Ask Home face instagram link5 link6 link7 link8
Entre lembranças
"Eu quero mais romances água com açúcar, mais amores de uma vida inteira, amizades eternas, manhãs de sol, almoço em família aos domingos, eu quero mais sonhos com Paris, jantares a luz de velas, risada de criança, eu quero uma vida simples, e quero que seja clichê"
You never really can fix a heart
1 2 3 4
» theme por storiesofgirl «
Eu fico fraca quando o assunto é você.

Posted Há 4 horas with 14.772 notas
originally marianaborgesf


Posted Há 4 horas with 4.003 notas
originally e-motionality


Posted Há 4 horas with 505 notas
originally uau-worena


Posted Há 4 horas with 422 notas
originally became-couples

Saudade a gente
tem é dos
pedaços de nós
que ficam pelo
caminho.
Martha Medeiros. (via esquecidda)

Posted Há 19 horas with 5.788 notas
originally decepciona

Queria voltar e descobrir em qual parte do caminho eu me perdi.
John.    (via aromalizando)

Posted Há 19 horas with 2.220 notas
originally atraidor

Saudade não é um bom motivo para ter de volta as pessoas que você tratou com descaso enquanto estavam do seu lado.
— Gabito Nunes (via ga-bi-to)

Posted Há 19 horas with 286 notas
originally ga-bi-to

Vê se não esquece de Deus nas horas boas.


Tô com sintomas de saudade.
Marisa Monte (via toca-o-fodase)

Posted Há 19 horas with 6.487 notas
originally toca-o-fodase

Tô com sintomas de saudade.
Marisa Monte (via toca-o-fodase)

Posted Há 19 horas with 6.487 notas
originally toca-o-fodase

Você não precisa sorrir todos os dias. Mas todos os dias você precisa encontrar um motivo que, um dia, faça você sorrir todos os dias.
Eu me chamo Antônio. (via autoria)

Posted Há 19 horas with 21.779 notas
originally justhiss


Posted Há 19 horas with 132 notas
originally citou

ai a pessoa fica mexendo no seu cabelZZZZZzzzZzzzzzz


Posted Há 20 horas with 10.198 notas
originally bighope-s

Pirulitos se tornam cigarros. Inocentes viram vadias. Dever de casa vai pro lixo. Celulares conectados no twitter durante a aula. Detenção se transforma em suspensão. Refrigerante se torna vodka. Bicicletas viram carros. Beijos viram sexo. Vocês se lembram de quando usar proteção era botar um capacete? De quando a pior coisa que você poderia levar de garotos eram cosquinhas? De quando os ombros do pai eram o lugar mais alto e inatingível e mamãe era nossa heroína? Aliás, lembram-se de quando heroína era o feminino de herói? De quando seu pior inimigo era seu irmão? De quando war era só um jogo de cartas? De quando a única droga que você conhecia era remédio pra tosse? De quando remédio pra tosse era realmente usado pra curar tosse? De quando usar uma saia não te transformava numa vadia? A maior dor que você sentia era quando ralava os joelhos e os “adeus” duravam até só o amanhecer de outro dia. E nós não podíamos esperar por crescer?
Odeio Rótulos. (via reclusivo)

Posted Há 20 horas with 21.327 notas
originally odeiorotulos

Não dá pra colocar a culpa no mundo e se esquivar de enfrentar os próprios demônios. Não dá pra dizer que a vida está desgraçada, que não tem ninguém, que o trabalho não satisfaz, que não encontra mais prazer nas coisas simples. Não dá pra virar as costas para a longa, úmida, tortuosa e florida estrada que é a vida. Não dá pra ficar parado num canto escuro, de braços dados com a solidão, apoiado na tristeza e de olho na frustração. Não dá pra perder o sono, a fome, o tesão, o encantamento, o brilho no olhar. Não dá pra pensar que nada mais tem saída e que os dias não passam de buracos negros que não têm fundo. Não dá pra pensar que o labirinto não tem saída. Não dá pra perder a confiança, a fé, a esperança. Não dá. Mas como vou mudar?, você me pergunta. E eu te respondo: modificando, primeiro, a maneira de pensar. Não pensando que é um grande complô, uma presepada ou uma brincadeira de gosto duvidoso esse “excesso de coisas ruins” que têm acontecido. Mesmo porque, deixa eu te contar um segredo, quando a gente reclama demais e agradece de menos acaba ficando mais atento para cada passo em falso que a felicidade dá. Quando estamos com nossas antenas ligadas na frequência da negatividade acabamos atraindo cada vez mais coisas ruins. Como assim?, você me interroga. E prossegue: perdi meu emprego, meu pai, meu apartamento, meu namorado. E eu te respondo: não, você não perdeu absolutamente nada. Você ganhou. Ganhou a oportunidade de ter trabalho naquele lugar. Ganhou a oportunidade de ter convivido com seu pai. Ganhou a oportunidade de trocar de casa. Ganhou a oportunidade de encontrar um novo amor. Ganhou a oportunidade de aprender e tirar uma boa lição de cada coisa chata, triste ou horrível que já aconteceu na sua vida ao longo desses anos. Não sei no que você acredita, mas eu acho que Deus não olha pra uma pessoa, aponta o dedo e diz: você vai ser um desgraçado. As coisas não funcionam dessa forma, nesse tom. Muitas vezes, sem perceber, eu acabo atraindo coisas que não são boas. Pelo meu jeito de pensar, pelas escolhas que faço, pelo caminho que sigo, pelas pessoas que conheço, pelos pensamentos que tenho, pela mania torta de não aprender com o primeiro tropeço. Sou eu. E-u. É um assunto comigo, não com o mundo. Ninguém tem culpa se as coisas não estão dando certo. E não, não pense que a vida da atriz global é infinitamente melhor que a sua só porque ela aparece bem penteada, maquiada, grifada e acompanhada. A vida de ninguém é um comercial de biscoito ou margarina. Todo mundo tem que conviver e aprender com suas mazelas e insucessos. Faz parte do amadurecimento. Mas existe, sim, uma coisa que você pode fazer. Ou começar a fazer, se é que ainda não percebeu o intenso efeito que isso faz. Você pode se modificar pouco a pouco todos os dias. Se você já percebeu que reclamar ou colocar a culpa no outro não soluciona os seus problemas, que tal arregaçar as mangas e ir em busca de uma vida mais leve? Que tal se conectar mais consigo mesmo? Que tal procurar perceber o porquê de determinadas coisas? Que tal refletir profundamente sobre tudo que já viveu e sentiu? Que tal parar de se vitimizar e procurar tudo de bom que a vida te trouxe até agora? Que tal?
Clarissa Correa. (via reclusivo)

Posted Há 20 horas with 1.267 notas
originally setornouassim